Mercado de seguros passa por processo de descentralização

cnseg

Tradicionalmente concentrado no eixo Sul-Sudeste, o mercado de seguros passa por um processo de descentralização, apresentando resultados superiores nas regiões Cento-Oeste e Nordeste. Isso é o que aponta o balanço exibido recentemente pela Confederação Nacional das Empresas de Seguros (CNSeg). Desde 2008, o crescimento do setor nos estados de Acre, Amapá, Roraima, Sergipe e Tocantins, com exceção de 2012, foi maior que em Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e São Paulo.

Segundo o relatório, a região Centro-Oeste teve uma alta de faturamento de 14,9%, enquanto na Região Nordeste o crescimento foi de 9,4%. A alta nas regiões fora do eixo foi maior do que do mercado, que engloba todo o território nacional e apresentou índice de crescimento de 8,9%. A região Sudeste ainda concentra a maior parte do segmento, respondendo por 64,5% do total da arrecadação. A CNSeg projeta um crescimento de 12,4% do mercado de seguros em 2015. Esta expansão deve acontecer impulsionada pelos setores de saúde suplementar e planos de previdência.

Fonte: Sindicato das Empresas de Seguros Privados, de Capitalização e de Resseguros, no Estado do Rio Grande do Sul (SindsegRS)