Por um trânsito mais democrático: os benefícios das ciclovias

Em busca de soluções para o trânsito, grandes metrópoles têm repensado o seu plano de mobilidade. Porto Alegre, São Paulo e Nova Iorque, entre outras, estão apostando nas ciclofaixas para desafogar o mar de automóveis e motos. Em Santa Cruz do Sul não vem sendo diferente – diversas faixas para bicicletas têm sido construídas. Conheça quatro motivos para apoiar essa ideia:

88H

1) Bom para os negócios

Pesquisas comprovam que clientes que vão de bicicleta a uma área comercial costumam gastar mais. Em cidades como Portland (EUA) e Toronto (Canadá), as pessoas que iam de bike compraram 24% a mais do que as que foram de carro. Mesmo gastando menos por visita, pela facilidade de locomoção eles vão ao local mais vezes, resultando em um gasto mensal maior.

2) Ocupação do espaço público e segurança

As ciclovias permitem a ocupação do espaço público, sendo não somente um espaço de passagem, mas também de convivência. Áreas pouco frequentadas pelos cidadãos têm maiores índices de criminalidade. Para aumentar a segurança pública, é preciso investir na mobilidade urbana.

3) Alternativa saudável

O uso da bicicleta evita a poluição sonora e a emissão de gases tóxicos na atmosfera. Além disso, andar de bike é uma atividade física que beneficia a saúde, pois afasta o sedentarismo e aumenta a qualidade de vida das pessoas.

4) Acesso democrático

O incentivo ao uso de bicicletas como meio de transporte democratiza o deslocamento e permite a pluralidade de opções de locomoção. O trânsito se torna mais seguro com as ciclofaixas, além de serem uma opção mais econômica.

Fontes: ZH e Vá de Bike