Lei Seca garante mudança de hábito dos brasileiros ao volante

Car key with accident and beer mug

Em 2008, a Lei 11.705, conhecida como Lei Seca, foi promulgada pela Presidência da República. Ao longo do tempo, a legislação foi aprimorada e se tornou mais rígida, aplicando penas e multas severas com o objetivo de conscientizar os condutores sobre os perigos de dirigir sob efeito do álcool. Após sete anos, os primeiros resultados da aplicação da legislação começam a aparecer.

Segundo dados da Polícia Rodoviária Federal, em 2014 foram realizados 1.532.732 testes de alcoolemia (bafômetro), 29.590 autuações e 8.468 prisões. A maior efetividade na fiscalização mudou os hábitos dos condutores ao volante: conforme resultados da pesquisa do Vigitel 2014, o número de motoristas que dirigem sob a influência de álcool diminuiu 16%. No entanto, 5,9% dos brasileiros afirmam que ainda tem o hábito de conduzir veículos após ingerir bebidas alcoólicas.

A Lei Seca prevê multas no valor de R$ 1.915,40 e suspensão do direito de dirigir por 12 meses para os condutores que tiverem mais de 0,34mg/L de álcool no sangue. Em caso de reincidência o valor da multa será o dobro. Caso o motorista se recuse a fazer o teste ou apresente sinais de embriaguez, como agressividade e dificuldade na fala e de equilíbrio, ele poderá ser autuado e preso.

Fonte: Sincor-GO